quinta-feira, 26 de julho de 2012

O Cupido acertou dessa vez...



Descobri que estou doente, emocionalmente doente. Uma série de síndromes e doenças tem me acometido, confesso que é a doença que chama paixão. Sinto que ao me reapaixonar experimentei uma dose homeopática, mas forte, de Mal de Alzheimer porque esqueci todas as agruras e agoros que foram meus relacionamentos anteriores. Simplesmente acordei e tinha esquecido que poderia me machucar novamente. E não para por aí. Quando vejo aquele olhar apaixonado me admirando nos meus piores momentos de beleza, tremo na base mais que uma pessoa em estágio 4 de Parkinson. Meu coração acelera do nada, meu semblante modifica, minhas mãos suam, meu corpo arrepia.
O Cupido resolveu fazer seu trabalho direitinho agora, é o que parece, mas me deixou doente. Só que desse mal eu não quero nem vacina e nem cura, quero continuar convalescente de paixão. 

Júlia Siqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário