domingo, 6 de janeiro de 2013

Um presente


Estava entediando de passar os canais da TV naquela tarde chata de domingo. Vamos à praia – eu disse, mas você sempre demorava de se arrumar para sairmos, e enquanto isso eu ficava esperando, passeando entre os canais e a rotineira e sofrível programação dominical. Mesmo em meio a isso me sentia feliz. Esperava por alguém. Alguém se preparava pra sair comigo de mãos dadas na rua como adolescentes que tem o seu primeiro amor. Não era o meu primeiro amor, nem tão somente o meu último, mas era, era amor. Alguma coisa me dizia que sim. E que iria dar certo, que teria futuro, e que se não tivesse, já estava feliz que era presente. Um presente. Meu presente.

Um comentário:

  1. Muito bom. Viver o presente é sempre um presente. Ótimo texto, parabéns!

    ResponderExcluir