sexta-feira, 14 de junho de 2013

E eu que odiava astrologia...


Eu odiava astrologia, até o dia em que as casas astrológicas fizeram uma dança nos céus e os signos de ar e de terra se encontraram num casamento perfeito, como chuva quando encontra a terra e exala aquele cheiro característico de manhã no interior. E desse dia em diante, olho para o céu à procura de respostas, contemplo constelações que não sei o nome e passo a acreditar que Deus deve usar as estrelas pra escrever os nossos destinos. Assim como na vida nada é igual, o céu à noite sempre nos proporciona um espetáculo diferente. Mudou-se a conjunção da Lua, a disposição dos astros, as linhas no mapa astral são apagadas.
Eu odiava astrologia... até os nossos signos, nossas almas, nossos corpos se encontrarem numa sincronia perfeita e perceber que o aquário fica bonito com o reflexo do leão em suas águas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário