Postagens

Ode à Arnaldo Antunes

Imagem
Preciso sentir.  Carne exposta, dor, vulnerabilidade.  Sentimentos, sabe?  Ando muito anestesiada com a rotina diária que tem se resumido a levantar e trabalhar, olhar os memes durante os intervalos do trabalho, almoçar sozinha a comida que trago de casa, olhando o relógio para não perder a batida do ponto, nova rodada de trabalho, vivendo entre o sono e a vontade de não produzir mais nada depois que comi, então me drogo com porções cavalares de cafeína que me manterá acordada até altas horas da madrugada e das quais irei me arrepender depois. Tudo isso, cinco vezes na semana. Sábado encho a cara com amigos que falam apenas de trabalho, relacionamentos e frustrações. Um sexo casual rola de vez em quando, mas tenho cada vez menos gostado dos homens que encontro, a tal ponto de pensar em como o neoliberalismo tem fodido a gente enquanto o moço tenta foder a minha boceta lá embaixo. Não, não estou virando lésbica, Deus não me deu essa oportunidade maravilhosa de nascer não gostando de homen…

O capital

Imagem
Tudo em nome do dinheiro. Deus é dinheiro. Amor é grana. Viver tem um custo (morrer também). Nos drogamos para sermos felizes. Açúcar em excesso, gordura em demasia, remédios de ansiedade e pílulas de felicidade. Nunca fomos tão felizes! (disse a manchete do jornal) Qual o preço dessa felicidade? Depende. Quantos dígitos tens na conta?

Talvez

Imagem
Talvez, no seu leito de morte, nos últimos instantes desta vida, você descubra que a inevitável coragem para morrer pudesse ter sido a coragem que você não usou para viver. Talvez, no seu leito de morte, você se arrependa de ter permanecido no trabalho que te consumiu a alegria. Talvez você se doa por não ter dado um basta no relacionamento infeliz, arrastado pelos anos por medo de não saber o que pudesse vir depois. Talvez você lamente por ter se preocupado tanto com o seu peso e tão pouco com a sua saúde. Talvez você se ressinta de ter deixado passar tantos momentos que poderiam te levar além, mas que você se encolheu junto ao temor pelo que os outros poderiam pensar. Talvez esteja claro que você não se levou adiante e, agora, sem poder sair da cama descubra que você poderia ter ido onde quisesse. Talvez você perceba o quanto cultivou mágoas e culpas, raivas, angústias e ansiedades a lhe ocuparem o tempo, o peito e a te afastarem do amor-próprio - e da sua própria paz. Talvez, no se…

Apocalipse

Imagem
A gente vive nossas vidas cotidianamente como se houvesse tempo para realizarmos todos os nossos projetos pessoais. Vez ou outra inventamos uma novidade, abortamos algumas ideias porque elas não correspondem mais com a nossa vibe no momento e seguimos em frente, atrás de novas coisas para nos ocupar. Diariamente nos pegamos imersos a uma rotina tão cansativa que nos falta tempo de encontrar as pessoas, sair de casa mesmo cansado, beber um vinho naquele copo de extrato de tomate e ver a vida passar. Adiamos sempre que possível. O “vamos marcar algum dia” ou “essa semana, sem falta, nos encontramos” estão tão presentes em nossos diálogos e tão distante de nossa realidade. Não encontramos mais ninguém, não fazemos mais nada além de nos atirarmos na cama depois de um dia intenso de trabalho/ estudo e interagimos virtualmente com as pessoas sem a necessidade de nos encontrarmos com elas. Tá bom né? Outro dia. Outra hora. Outro momento. Mas aí descobrimos que um asteroide entrou em ponto de…

À Deus (Adeus)

Imagem
Arrumei tudo o que tinha e coloquei numa maleta pequena, cabia tudo de que precisava ali. Saí porta afora, passos rápidos e sem olhar para trás para que o arrependimento não batesse e eu voltasse como tantas outras vezes que já cheguei a perder as contas. Tomei o primeiro trem, bilhete só de ida, mala embaixo do assento, longe da janela para não me perder em pensamentos bobos. Em cima do aparador da sala um bilhete, letras desleixadas, afinal escrevi entre a pressa e o tremor incessante de minhas mãos. Cinco letras, uma palavra, uma carga pesada: Adeus. Sempre achei esse vocábulo forte demais, mas era necessário. Adeus. Vou não porque deixei de te amar em algum momento, muito pelo contrário, lhe amo com todas as forças que existem em mim. Vou, pela simples razão de que quanto mais aqui fico, menos consigo me amar. Adeus, e à Deus meu futuro.

Erros

Imagem
Erramos nos primeiros passos, nas palavras pronunciadas na infância. Erramos trajetos, escolhas, erramos com nossa família e pessoas que gostamos. Somos errantes. Oxalá fôssemos tão infalíveis como exigem de nós o tempo todo ou em algum momento da trajetória na Terra pudéssemos ler o script da vida e assim seguir um papel coerente ao que desejam de nós. Mas não, não temos esse poder. Então, erramos. Erramos para nos erros buscar os acertos e, por vezes, acertamos mais. Acertamos tanto, mais tanto, que parece que chegamos ao ápice da perfeição e da infalibilidade. Sim, atingimos um local antes reservados aos anjos, somos Maria no altar de uma Igreja barroca, idealizados como as mulheres românticas. Entretanto, somos reais, somos falhos. O nosso DNA reserva culpa, medo, insegurança e mais uma infinidade de coisas que varremos para debaixo do tapete como uma faxina falsa para impressionar as visitas que chegaram de surpresa. Sim, iremos errar vez ou outra e irão nos queimar em uma grande …

Livre, livre-se.

Imagem
Quando eu era adolescente, acreditava que uma pessoa era bem-sucedida somente quando ela possuía um emprego estável, uma casa própria e um carro na garagem. E filhos, sim, todas as pessoas de sucesso tinham muitos filhos e animais de estimação. Um comercial de margarina. Enganei-me, romantizei demais a vida. Com quase trinta e Saturno retornando sei lá para onde sei que o sucesso de alguém se condiciona a ela estar feliz em qualquer lugar que ela queira.  Alguém pode ser feliz e realizado montando de um negócio numa cidade minúscula do interior onde o canto dos pássaros é o maior barulho que existe, ou ter alegria ao ganhar a vida tocando em barzinhos que recebem poucas pessoas durante a semana, mas que lotam aos sábados e cagar para um emprego formal e careta, e decidir que sua casa é onde se está e alugar um micro apartamento onde tem poucos utensílios domésticos. Locomove-se a pé ou de bicicleta, porque não se obrigou a convenção social de uma carteira de motorista e acha que carros…