segunda-feira, 9 de maio de 2011

Born This Way



Nós já nascemos com uma personalidade isso é fato. E com o tempo, ela vai se moldando de acordo com as nossas vivências pessoais e o meio social que estamos inseridos. Mas existe uma coisa muito além dos moldes e dos conceitos prontos da sociedade. O instinto pessoal de cada um. A vontade de fazer aquilo que ninguém teve coragem de fazer, de mudar paradigmas, de escandalizar, essa é a força que nos move. Existe uma vontade dentro de nós que a de dizer que o modo de viver de cada um é só uma forma de se chegar ao que seria ideal pra si e não pra uma sociedade inteira que não sabe quantas contas temos que pagar no final do mês ou se temos o que comer no almoço. Viver é uma aventura pessoal mesmo que você esteja sempre acompanhado.

Não demonstre sentimentos! É coisa de gente fraca. Espere a pessoa que gosta dar dicas que está na mesma sintonia que você e só assim chegue. Mas espere, seja cauteloso. Você pode se magoar. – é o que diz as carochas desse modelo em desuso.

Esqueça! Faça o que seus instintos mandam!  Você tentou, não foi correspondido e acha que foi ridículo. Relaxe, só o foi por alguns minutos! Se não tivesse feito seria ridículo toda vida, e isso seria muito pior.

Você errou na avaliação! – o professor da matéria mais chata da faculdade te diz isso.

Não é o erro uma forma de se chegar ao “acerto”? Se assim não fosse, não se teria chegado a Penicilina, afinal foi por um erro de Fleming em esquecer em seu laboratório placas com microorganismos que ela foi descoberta.

Você é incrível do seu jeito, não precisa de ninguém pra te dizer o que fazer. Viva! Deus não faz nada errado. Você nasceu assim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário