sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Lamentar-se ou Viver?



Tem muita gente que dramatiza diante de pequenas coisas que lhe acontecem. O choro logo brota se o namoro acaba, a morte lhe aparece como única alternativa quando é demitido do trabalho, o escândalo e os palavrões são um bálsamo para a alma quando se tira uma nota baixa na prova. Outros, no entanto, tem uma atitude diferente. Não se lamentam e nem se queixam mesmo que a vida lhe apresente situações nada agradáveis. A esses últimos eu tiro o chapéu.
Certa vez, li uma história de dois homens que nasceram com o mesmo problema: os dois eram cegos. O primeiro terminou o ensino fundamental e médio com dificuldade, mas não desistiu, chegando a Universidade e mais tarde atuando como o melhor juiz de toda região. O outro se lamentou a vida toda. Precisava de cuidados e de pequenos favores de todos os parentes. Esse morreu pouco depois de sua mãe também falecer, porque não havia ninguém para cuidar dele.
Depois dessa história, alguém tem dúvidas que uma atitude positiva frente às situações que são colocadas pra nós não é a melhor escolha? Perde-se muito tempo na vida com coisas sem sentido, mas como a vida é uma experiência individual, cada um que tire suas próprias conclusões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário