segunda-feira, 16 de julho de 2012

Ainda é amor



Eu ainda tenho seu número na minha agenda e durmo com o celular do meu lado à espera que ele toque, seja você e eu possa ouvir pelo menos um “oi, tudo bem com você?”. Ainda tenho guardado aquele presente inesperado de uma noite fria de agosto. Estava dormindo e fui surpreendido com o seu sorriso e um pacote em suas mãos que continha uma foto nossa, foto essa que não sai da minha cabeceira. É loucura? Não! Ainda é amor. Meu coração ainda palpita, dança contigo como um tango de Gardel. Te amo, digo todas as noites antes de dormir, quem sabe meu anjo de guarda leva esse amor todo até você. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário