quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

O eterno faz de conta


Sabe aquela vontade de ter alguém pra sempre, mesmo que o pra sempre seja coisa que a gente só veja nos livros infantis? Pois é. Queria fazer desse pra sempre uma realidade inventada, criada no faz-de-conta e concretizada na vivência do amor. Corações batendo forte, mãos entrelaçadas, lábios se tocando, carinhos, risos, besteiras, alegrias, pra sempre. Ainda que essa eternidade dure apenas o momento em que possamos estar juntos, mas que ela possa existir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário