domingo, 8 de setembro de 2013

Hoje te amo menos

Hoje te amo menos. Menos do que ontem, menos do que no mês passado, menos do que quando nós traçávamos planos e você iludia meu coração de mentiras tão sinceras que soava como verdade. Verdade essa a qual me agarrei por anos a fio, entendendo que haveria mudanças, mais suas que minhas afinal era preciso que você mudasse. Na verdade você mudou e hoje não mais lhe conheço. Ou será que já era assim e eu iludido por suas “verdades” nunca pude enxergar-te realmente. Mas passou. Passou como o frio que deu lugar ao calor, passou como o trem em cima de um trilho. Passou. Hoje te amo menos e quem sabe um dia não te ame mais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário