domingo, 10 de março de 2013

Uma flor ao lado da cama


Corre, vem depressa. Meus lábios já estão entreabertos esperando os seus pousarem neles como borboleta pousa nas flores do jardim.
Sorria! O mundo se encanta quando os seus dentes em alinho se abrem para ele. O meu mundo também fica feliz com isso, meu coração parece artista de circo, faz piruetas, malabarismos e os meus braços só pensam em encontrar os seus em mais um abraço forte e duradouro.
Agora tenho que ir, não sinta muito pela minha ausência. Vê esta flor ao lado da cama? Cuida dela, ponha-a num vaso com água. Antes que ela murche ou suas pétalas caiam, estarei aqui. Esse é o meu sinal de que logo, logo voltarei para ti. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário