sábado, 24 de novembro de 2012

Três horas e... tudo melhor!


Ainda bem que não perdi a capacidade de ver beleza nos gestos e atitudes das pessoas, mesmo muitas tendo me magoado. Três horas são o bastante pra sentir raiva de alguém, sempre me permiti ter apenas esse tempo reservado pra esse sentimento não tão legal. Mesmo assim há as cicatrizes deixadas, que não se curam miraculosamente em pouco tempo. Mas elas se curam, muitas vezes se apagam e somem com o mínimo de sol que se toma na praia. Hoje me sinto assim! Livre de cicatrizes, pronto pra viver, pronto pra experimentar o novo que vem, com vontade de sorrir, a ter momentos felizes e acima de tudo disposto a amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário