segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Talvez


Talvez eu não faça sentido pra alguns, as minhas ações, os gestos e afins, porque não nasci e cresci para agradar gregos e troianos e sim pra buscar a minha felicidade, afinal ela só depende de mim e da minha batalha diária pra existir. Talvez eu não seja o cara que toda sogra deseja como genro, porque não sei ser modelo e parâmetro, não sei ser efusivo, não aprendi a falar com quem não conheço e tratar alguém com o maior amor e carinho em apenas 3 minutos. Definitivamente o que fica pronto e agradável em 3 minutos, chama-se miojo. Talvez não seja o melhor dos amantes, porque tenho em mim uma coisa bipolar, trago o maior amor do mundo e a maior falta de interesse convivendo aqui sem existir conflito. Talvez não seja bom o suficiente pra você, mas sou suficiente bom pra mim mesmo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário