quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O laço

E numa manhã, tarde ou noite situada em uma estação do ano qualquer, o destino, este que adora brincar com os nossos caminhos, nos juntou para que pudéssemos caminhar lado a lado, coração com coração, riso com riso. Estávamos órfãos de nossas famílias, buscando algo além do que poderíamos nela encontrar e com um toque de mágica, ou melhor, com um rápido movimento desses dos jogos de xadrez, peças semelhantes, mas de pensamentos opostos resolveram unir-se por um laço chamado amizade. Laço este muito forte para quem consegue compreendê-lo da forma que se constitui, puro, fundado no zelo e no carinho e acima de tudo no amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário