segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Amor e paixão

Existe uma diferença abissal entre o que chamamos de amor, mas que na verdade não passa de paixão. E as paixões passam, mas o amor permanece. Pode parecer clichê pra alguns, mas o amor é caricato sem nenhuma pretensão de esconder isso. Quando se ama a alma é revelada tal como é, as fraquezas são expostas, os “eu te amo” são dito do fundo do coração, não temos medo do que as pessoas acham quando dizem que agimos de maneira ridícula. Essas se apegaram as paixões e nunca tiveram a oportunidade de amar. E as paixões cegam, quantificam o que não pode ser quantificado, como se gostar de alguém ou ser amado pudesse ser enquadrado em regras matemáticas. Amar é sentir, é perdoar, é se destituir daquilo que é não em função de alguém, mas em função de si próprio, sabendo que seu coração é capaz de fazer você sentir coisas inimagináveis. Paixão tem um fim, amor é pra sempre. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário